Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Caminho do meu Bem-Estar

Objectivo: Gostar de mim. A nível físico, psíquico e social. Vai ser uma viagem e tanto!

Dificuldade #2

03.06.20 | Natacha

A família; ou a forma como eu lido com a família e vice-versa. Marido, dois filhos. Querem sempre fazer o que lhes apetece, quando lhes apetece e raramente têm em consideração as necessidades uns dos outros. São guerras de meia noite cá em casa. Se peço ao marido para ir ao supermercado comprar uma alface, ele trata de aparecer em casa com uma alface, duas pizzas e três chocolates. Se digo que o jantar é peixe, ficam todos amuados comigo, porque "não enche carroça" e não querem. Se peço companhia para fazer uma caminhada, a resposta é invariavelmente "ai não posso, agora estou no computador"; ou então, a versão mais light, do "mas tem mesmo que ser agora?!"

Resultado: Acabo a comer as porcarias que me aparecem à frente, ou as porcarias que eles querem, porque desculpem lá, mas não tenho paciência para fazer duas refeições diferentes duas vezes por dia (almoço e jantar para mim, almoço e jantar para eles); já passo tempo que chegue de volta do fogão e lá está, eles ganham porque são mais e não me apetece passar o resto dos dias a discutir com eles. O mesmo se aplica a caminhadas, exercício físico e tudo o que seja em prol de uma vida mais saudável para mim. Nunca há ninguém disponível. Já eu, qualquer coisa que eles peçam, estou lá...

Para dizer a verdade, às vezes sinto-me como a empregada cá de casa, parece que estou a anos-luz da família e que ninguém se rala com o que que eu quero ou preciso. Até posso estar completamente enganada, mas a sensação é esta. E isto tem que mudar (seja do meu lado, seja do deles; o ideal seria um compromisso a meio termo, mas não consigo que esta mensagem chegue ao lado de lá), antes que me dê uma qualquer travadinha e a minha pessoa saia de casa sem mais nem menos. Acho que já faltou muito mais!